4º CONGRESSO INTERNACIONAL MULTIDISCIPLINAR PHI 2018: “MODERNIDADE: FRONTEIRAS E REVOLUÇÕES”

3 a 6 de Outubro de 2018 - CONGRESSO

Ponta Delgada - S. Miguel – Açores - Portugal

Introdução

 

“If you keep doing only the things you can handle, you will not be able to push the borders of impossibilities! Try to do the things which are beyond your powers; change your frontiers, create new ones! And then attack the new frontiers!”

Mehmet Murat ildan

 

Every revolution was first a thought in one man's mind.”

Ralph Waldo Emerson

 

O Centro de Investigação em Arquitectura, Urbanismo e Design (CIAUD), da Faculdade de Arquitectura da Universidade de Lisboa, em conjunto com o Centro de Humanidades (CHAM), da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade dos Açores convidam investigadores das diferentes áreas científicas e culturas a reunirem-se em Ponta Delgada, S. Miguel, Açores, entre 3 e 6 de Outubro de 2018, no Congresso Internacional e Multidisciplinar PHI 2018 que tem por tema “Modernidade: Fronteiras e Revoluções”.

O objective do Congresso é reunir investigadores de todas as áreas científicas a fim de explorarem e discutir dois conceitos ambivalentes. O primeiro motto é Fronteiras, consideradas simultaneamente como limite e como desafio. O segundo motto é Revoluções, as mudanças de paradigmas, através da criação/descoberta de outros, que incorporam, inevitavelmente, parte do status quo substituído, desafiado ou questionado.

Estes dois conceitos são pedras basilares da maioria das transformações que podemos observar na Modernidade, desde o século XVI ao século XX. Eles expressam contradições e complementaridades da evolução do mundo e das sociedades humanas nos últimos séculos, em todas as áreas: na ciência, nas artes e humanidades, na política, nas organizações sociais e/ou na cultura.

Os organizadores do PHI 2018 lançam, assim, um desafio à comunidade científica, em todos os domínios de investigação, a envolverem-se activamente numa discussão multidisciplinar tendo os conceitos Fronteira e Revolução como pontos nucleares. Os artigos deverão, portanto, ter em consideração como um ou ambos os conceitos afectam ou afectaram a evolução humana, as sociedades e as culturas.
Só serão aceites artigos completos, escritos em Inglês (British Standard) e originais. Não devem ser submetidos artigos que tenham sido apresentados em conferências similares, não serão aceites reproduções de textos previamente publicados.

Todos os artigos serão sujeitos a double-blind peer review, a que acresce uma avaliação de adequação linguística, realizada por especialistas da língua, também em sistema “cego”. Os artigos aceites, depois da tripla avaliação, serão incluídos num livro, oferecido aos participantes no primeiro dia do Congresso; esta publicação terá também uma versão em e-book e subsequente disponibilização numa base de dados prestigiada.

Os autores com artigos aprovados terão de assinar uma autorização para a publicação em livro e online, renunciando aos direitos de autor, mas mantendo a autorização para disponibilizar a versão pós-print (versão do artigo aceite após peer review e anterior à publicação pela editora) em repositórios abertos.

Língua oficial do Congresso: Inglês

Áreas de trabalho
• Arquitectura
• Design
• Engenharia
• Tecnologia
• Artes e Humanidades
• Ciências Sociais e Naturais


 cartaz phi 2018